Conceito Propriedade Intelectual - Marcas e Patentes

Captcha
43 3324-4400
RUA DA LAPA, 433 - LONDRINA-PR

Registro de patentes deve se acelerar com nova regra

A admissão de pedidos de análise de patente no Brasil deverá cair de 4 anos para 120 dias com uma instrução normativa que será publicada na próxima semana pelo Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual).

O processo que será agilizado é anterior à análise da patente em si e consiste basicamente em um estudo prévio dos documentos. A ideia é automatizar essa etapa.

A fila para estrangeiros registrarem suas solicitações está em 80 mil pedidos —o mais antigo é de janeiro de 2013.

"O procedimento nem está incluso no prazo de 10,8 anos, que é o tempo médio para sair uma patente. [A mudança] vai acelerar o processo, mas outras ações são necessárias", diz o diretor da área no Inpi, Júlio César Moreira.

Além da alta no quadro de funcionários, um dos planos para reduzir o prazo é investir em estrutura e automação. A aplicação, porém, esbarra no orçamento restrito.

"Com o contingenciamento que o Inpi sofreu, temos verba para funcionar só até julho", afirma o diretor.

A Lei Orçamentária Anual de 2017 previa R$ 90,7 milhões ao órgão. Após cortes, foram repassados R$ 50,2 milhões.

"Já usamos a metade do repasse. Pedimos R$ 23 milhões adicionais ao Planejamento, que foram negados", diz.

O contingenciamento atingiu todas as pastas, afirma em nota o ministério. O Mdic (Indústria e Comércio Exterior), ao qual o Inpi está vinculado, diz que já solicitou ao Planejamento que aumente o limite orçamentário.



fonte: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2017/06/1889181-registro-de-patentes-deve-se-acelerar-com-nova-regra.shtml


br class="clear">