Conceito Propriedade Intelectual - Marcas e Patentes

Captcha
43 3324-4400
RUA DA LAPA, 433 - LONDRINA-PR

Minas Gerais Ganha Plataforma de Apoio à Inovação

O ambiente de inovação em Minas Gerais acaba de ganhar mais uma importante ferramenta: a Trilha Mineira de Inovação, plataforma digital que vai integrar informações das principais ações de fomento à inovação no Estado. Idealizada por nove instituições, a plataforma foi inaugurada ontem, durante evento na sede do Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed), no Espaço CentoeQuatro, na região central de Belo Horizonte. A Trilha Mineira de Inovação está hospedada no site do Sistema Mineiro de Inovação (Simi) e é aberta para quem se interessa pelo segmento.

A plataforma é uma iniciativa conjunta da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG), Rede Mineira de Inovação (RMI), Rede Mineira de Propriedade Intelectual (RMPI), Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais (Codemig) e da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi).

De acordo com o subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais, Leonardo Dias, a Trilha Mineira de Inovação surge como mais uma vocação do Simi, que acaba de completar 10 anos. Segundo ele, o sistema surgiu com a proposta de promover a inovação na sociedade e, para isso, em um primeiro momento, investiu forte na articulação dos representantes da academia, mercado e governo. Mais tarde, o Simi consolidou ainda mais sua atuação com a realização de eventos na área de inovação e tecnologia nas universidades. Agora, o sistema entra em sua “terceira versão”, como explica Dias.

“O movimento de inovação em Minas Gerais é muito real. Todos os dias têm coisas acontecendo e a gente precisava de alguém para contar isso de forma integrada. As instituições estavam fazendo suas ações e colocando isso em seus sites particulares, divulgando dentro de suas caixinhas. Mas precisávamos de uma audiência maior, de alguém que contasse tudo isso que está acontecendo de forma geral. E é isso que a Trilha Mineira de Inovação vai fazer. Essa é a versão três do Simi, que vai manter suas demais atuações, mas vai focar ainda mais nessa integração de informação”, explica.

O coordenador do Portal Simi, Fernando de Lucena, explica que a plataforma oferece informações sobre editais, concursos, linhas de crédito e apoio a pesquisa para empreendedores em cinco estágios diferentes: pesquisa básica; pesquisa aplicada ou tecnologia; ideia de negócio ou protótipo, em produção e mercado. “Quando o empreendedor quiser encontrar uma ação de fomento, basta ele identificar em que estágio está seu projeto, clicar nessa opção e ter acessos às principais iniciativas do Estado”, explica.

Além dos diferentes estágios, a Trilha ainda traz outros quatro módulos que filtram informações sobre ações de fomento à inovação e que não estão, necessariamente, ligadas às instituições criadoras da plataforma. São ações como aceleração, eventos e competições. Os quatro módulos são: treinamento; prestação de serviços; propriedade intelectual e ecossistema de inovação. “Todas as informações que a trilha traz já existem na internet, mas elas estão espalhadas e são difíceis de encontrar. A plataforma organiza esse conteúdo e aponta para os empreendedores uma linha clara das oportunidades em inovação no Estado”, diz.

Para o presidente da Fapemig, Evaldo Vilela, a trilha terá uma função importante de incentivar o empreendedorismo entre a juventude. “Os empreendedores, geralmente jovens, não conhecem bem as dificuldades que vão encontrar pelo caminho. Eles precisam olhar para fora da faculdade e conseguir apoio. A Trilha não tem receita pronta e sim atores que podem trocar informações, dar conselhos e mostrar oportunidades”, afirma.

Fonte: Diário do Comércio - MG, Página 11

Para saber mais é só acessar o site da Trilha Mineira da Inovação: http://www.simi.org.br/trilhamineiradainocavao


br class="clear">